TRATORE ANO A ANO: 2005

Antonio Carlos Jobim, Paulo Autran e outros – O Pequeno Príncipe

Originalmente lançado em 1957 pelo Selo Festa de Irineu Garcia, em 2005 esse grande clássico foi lançado em CD e distribuído pela Tratore. Narrado pelo grupo teatral de Paulo Autran sobre um fundo musical de um então desconhecido Antonio Carlos Jobim, o texto atemporal de Saint-Exupéry toma vida. Disco querido por muita gente que lembra desse título da infância, ele fez sucesso e tocou pessoas de todas as idades. O disco recentemente foi reprensado e está disponível no catálogo da Tratore, assim como outros clássicos do Selo Festa como: Lenita Bruno – Por Toda Minha Vida, Pablo Neruda – XX Poemas de amor y una canción desesperada e o mais recente relançamento Federico Garcia Lorca – Poemas & Canções.

Arcade Fire – Funeral

Primeiro disco da banda canadense Arcade Fire, Funeral foi um dos maiores sucessos na Tratore no ano de 2005. Votado como melhor disco do ano de 2004 (data original de lançamento nos EUA) consenso dos pequenos zines de música alternativa à grande imprensa, como o New York Times e a Rolling Stone. Olhando em retrospectiva uma coisa que chama atenção no disco de estréia da banda é que eles já tinham um estilo coeso que se manteve até o aclamado disco de 2011, The Suburbs. O segundo álbum da banda Neon Bible também teve distribuição pela Tratore através do selo Slag Records.

Lobão – Canções dentro da noite escura

Lobão dispensa apresentações, uma das figuras mais importantes do rock brasileiro da década de 80 ele teve uma carreira ininterrupta desde então. Compositor, cantor, multiinstrumentista e defensor da música independente, trouxe para a Tratore o seu décimo disco solo “Canções dentro da noite escura”. O disco é um trabalho denso calcado no rock pesado com guitarras distorcidas mas com ritmos brasileiros ajudando a dar corpo e fluidez para as canções de Lobão, que conta com letras de Júlio Barroso e Cazuza. Conceitualmente o disco é apresentado como uma espécie de opera-rock carioca, as canções se costuram umas às outras contando uma noite no bairro do Leblon. Aqui uma ótima entrevista de 2005 que Lobão concedeu a Marcelo Costa, onde conta sobre o processo de criação do disco. Destaque para a canção “Boa noite cinderela” feita em homenagem à sua amiga, Cassia Eller.

Péri – Samba Passarinho

2005 também foi o ano de lançamento do quarto CD de Péri, Samba Passarinho. Fundador do selo Baticum Discos, que está fazendo 10 anos junto com a Tratore, Péri é um compositor de peso, com músicas suas gravadas por nomes como Vânia Abreu, Jussara Silveira, Ceumar, Eliana Printes, Margareth Menezes e Gal Costa. O trabalho tem 12 canções – samba reggae, samba duro, samba-de-roda, bossa nova, samba balada, samba-canção. Dez delas de autoria de Péri, uma (Dos prazeres das canções) do amigo e parceiro Péricles Cavalcanti, e a regravação de Meu mundo é hoje – Eu sou assim, de Wilson e José Batista. Um disco de típica música brasileira que dá especial atenção para a voz e violão. Além de ter sido finalista do Grammy Latino e do Prêmio TIM de 2006 e também foi licenciado pela Tratore no Japão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s