24º Prêmio da Música Brasileira – Artistas Concorrentes da Tratore

Já saíram os finalistas do 24º Prêmio da Música Brasileira, que nessa edição homenageará o saudoso Tom Jobim. A cerimônia acontece no dia 12 de junho, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Seis dos nossos artistas estão concorrendo, sendo que três deles concorrem entre si em uma só categoria. A gente te mostra agora quais são esses artistas.

PREMIO DA MUSICA

NOEL ANDRADE  – Charrua

Charrua é o primeiro disco de Noel Andrade, que já começou bem, engatando essa indicação ao Prêmio da Música Brasileira.  O músico de Patrocínio Paulista (SP) é um exímio violeiro, influenciado pelas canções de artistas como Dércio e Doroty Marques, Almir Sater e Tião Carreiro. Esse disco de estreia foi gravado com diversos instrumentos além da viola, como a harpa paraguaia, a gaita, o clarinete, rabeca, piano e entre outros.  O cd ainda conta com as participações de Renato Teixeira e Dércio Marques, e tem composições de Rosinha de Valença, Francisco Nepomuceno, Chico Lobo, entre outros. Ele concorre na Categoria Regional de Melhor Cantor, junto com Moraes Moreira (A Revolta dos Ritmos) e Passoca (Suíte Paulistana).

http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=5766

05766

SIMONE GUIMARÃES  – Chão de Aquarela

Em parceria com a cantora Cristina Saraiva, Simone Guimarães lançou o álbum Chão de Aquarela com releituras de canções de seus antigos cds, como “Estrela do meu bem querer” (Cirandeiro – 1997) e “Relento” (Aguapé – 1999), e faixas inéditas exaltando a tradição musical do interior de São Paulo. O álbum todo foi produzido por Cristina Saraiva e Mario Gil. Simone concorre na categoria Melhor Cantora com Déa Trancoso (Flor do Jequi), e com Elba Ramalho (Vambora Lá Dançar).

http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=5630

05630

GUGA STROETER E ORQUESTRA HB – Xirê Reverb – Canta Aloisio Menezes

Nesse último álbum de Guga Stroeter e da Orquestra HB, o grupo entoa as canções devocionais dos terreiros da nação Ketu, da Bahia, na voz de Aloisio Menezes. Os cânticos têm base nos tambores de agogô, contrabaixo, instrumentos de sopro e recursos eletrônicos que os trazem a uma experiência com a música contemporânea. Eles concorrem na categoria Regional de Melhor Grupo. Na disputa pelo prêmio ainda estão a Banda Sertanilia (Ancestral) e a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério (Cabeça No Mundo).

http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=1774

01774

PAU BRASIL – Villa-Lobos Superstar

O projeto Villa-Lobos Superstar é uma homenagem ao compositor Heitor Villa Lobos, feita por três grupos renomados da música erudita brasileira: O Ensemble SP, formado por Marcelo Jaffé (viola), Betina Stegman (violino), Nelson Rios (violino), e Robert Suetholz (violoncelo), o Grupo Pau-Brasil, formado pelos músicos Nelson Ayres, Rodolfo Stroeter, Paulo Bellinati, Teco Cardoso e Ricardo Mosca, e por último o cantor paulistano Renato Braz. Esse encontro marca uma forma diferente e inusitada de interpretar a obra de Villa-Lobos. O grupo concorre na categoria Grupo Instrumental, junto com Quaternaglia e Saracotia, que também são parceiros da Tratore, e também na categoria Melhor Álbum Instrumental, com Yamandu Costa e Rogério Caetano, e Paulo Moura e André Sachs (Fruto Maduro).

http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=5703

05703

QUATERNAGLIA – Jequibau

Mais um concorrente da categoria Grupo Instrumental, O quarteto de violões Quaternaglia é formado por Chrystian Dozza, Fabio Ramazzina, Thiago Abdalla e Sidney Molina. Nesse álbum, Jequibau, o grupo reproduz as obras de Paulo Bellinati, Egberto Gismonti, Paulo Tiné e Marco Pereira. O Quaternaglia já ganhou o “Ensemble Prize” no “Concurso Internacional de Violão de Havana” (Cuba), e também elogios da crítica internacional.

http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=5714

05714

SARACOTIA – Saracotia

O último concorrente da categoria Grupo Instrumental é formado pelos músicos Rafael Marques (bandolim de 10 cordas), Rodrigo Samico (violão de 7 cordas), e Márcio Silva (bateria). O repertório do grupo é marcado pela apresentação de diversos gêneros musicais com linguagem e arranjos próprios, e muito improviso. O trio transita pelo Jazz e pelo Choro, passando também por gêneros como o Samba, o Frevo e ao Baião, com influência nos trabalhos de Jacob do Bandolim, Hermeto Pascoal, Hamilton de Holanda, entre outros. O grupo concorre também na categoria Artista Revelação, com Alice Caymmi (disco homônimo) e Rodrigo Campos (Bahia Fantástica)

http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=1991

01991

Anúncios

9ª Virada Cultural de São Paulo – Atrações Parceiras da Tratore – PARTE 2

Agora que você já deu uma aquecida e sabe o que vai acontecer na programação de sábado da Virada Cultural, veja então o que rola nesse domingo, pra você não perder o embalo e aproveitar ao máximo esse banho cultural que a cidade de São Paulo oferece! Vamos lá?

DOMINGO, DIA 19

Palco Largo do Arouche

09h – LIA SOPHIA

Cantora nascida na Guiana Francesa e radicada no Amapá, Lia Sophia criou sua carreira musical com fortes laços nos ritmos do Norte do país, como o carimbó e o marabaixo, mas se dedicando também à MPB após a sua mudança para Belém do Pará, com 17 anos de idade.  Com três cds em seu currículo, a cantora ainda compôs a música “Ai Menina” que virou trilha sonora da novela Amor Eterno Amor, da Rede Globo.

Livre (2007)                                                          Castelo de Luz (2010)
00962   01630

Amor Amor (2010)
01682

15h – FELIPE CORDEIRO

Outra referência da cena musical nortista, Felipe começou sua carreira somente como compositor após ter estudado piano, teoria musical e bandolim, durante o seu curso de música na Universidade Federal do Pará. Desse talento, surgiram participações em festivais e também um disco intitulado “Banquete”, em que suas canções são interpretadas por outros cantores, em sua maioria, do Estado do Pará, como Patrícia Bastos, Karina Ninni, Arthur Nogueira, entre outros.

Banquete (2010)
01633

Palco Casper Líbero | Brasil

10h – APANHADOR SÓ

A banda gaúcha de indie rock chega à Virada com seus dois bem sucedidos cds. O de estreia, Apanhador Só (2010) rendeu vários elogios da crítica por sua criatividade em misturar o rock com características de outros gêneros musicais, como o tango e  o reggae, dando uma cara nova ao o bom e velho rock brasileiro. No segundo disco, Acústico-sucateiro (2011), essa experimentação ficou ainda mais evidente ao inserir sons de bugigangas caseiras, como sacos plásticos, raladores de queijo, talheres, walkie-talkie, objetos eletrônicos, e muitos outros. Recentemente, a banda lançou o compacto Paraquedas (2012) com duas músicas novas, dando uma “canja” do novo cd que está chegando por aí logo logo!

Apanhador Só (2010)                                        Acústico-sucateiro (2011)
05911   05975

Paraquedas (2012)
05976

Palco Casper Líbero | São Paulo

08h – ASTRONAUTA PINGUIM

Músico e produtor, o gaúcho Fabrício Carvalho, conhecido pela alcunha de Astronauta Pinguim, foi tecladista da banda Júpiter Maçã, mas começou a ganhar projeção como produtor musical. Aqui pela Tratore, o músico distribui o segundo cd de sua carreira, Supersexxxysounds (2008), com muita influência da música eletrônica dos anos 80, da surf music e dos filmes de faroeste. A produção do álbum inteiro é de Pinguim, com o próprio tocando praticamente todos os instrumentos.

Supersexxxysounds (2008)
05020

09h20 – CHIMPANZÉ CLUBE TRIO

Banda de rock instrumental (isso mesmo! Rock instrumental!) de São Paulo, o Chimpanzé Clube Trio é formado pelos músicos  Felipe Crocco e Luiz Miranda, que em seus shows se alternam por diversas vezes na guitarra e no contra-baixo, e com Ângelo Kanaan fixo na bateria. O primeiro disco de estúdio leva o nome da banda e foi lançado em setembro de 2007 pelo selo Reco-Head.

Chimpanzé Clube Trio (2007)
01114

Palco São João

2h – MADAME SAATAN

São 8 anos desde que o quarteto de rock se juntou para compor a trilha musical do espetáculo de teatro “Ubu Rei – uma odisséia em bundalelê”, montagem do diretor paraense Paulo Santana para a obra Ubu Rei de Alfred Jarry. O espetáculo acabou, a banda formada por Sammliz (voz), Ed Guerreiro (guitarra), Ícaro Suzuki (baixo) e Ivan Vanzar (bateria) continuou,  e ainda acumulou sucessos em seu currículo, como o clipe ‘Vela” de 2007, faixa de seu primeiro cd homônimo. Além do primeiro disco, a Tratore também distribui o segundo, intitulado Peixe Homem (2011).

Madame Saatan (2007)                                 Peixe Homem (2011)
01107  05552

Praça Dom José Gaspar

09h – DEBORA GURGEL

Grande pianista, flautista e compositora, Debora Gurgel participou de vários projetos de música instrumental como o TIM- Música nas Escolas, no Auditório Ibirapuera, lecionando para 120 alunos da orquestra. Aqui na Tratore, a musicista lançou um cd com 10 composições inéditas, gravadas ao vivo em estúdio. Em seu repertório, Debora passeia por choros, bossas, e vários ritmos brasileiros, flertando também com o jazz e com ritmos latinos.

Debora Gurgel (2011)
01841

Copan – Ipiranga

16h – CIDA MOREIRA

A consagrada cantora deve apresentar no palco Edifício Copan – Av. Ipiranga as suas inigualáveis versões de canções como “Back To Black” de Amy Winehouse, e “Soul Love” de David Bowie, presentes no álbum A Dama Indigna (2011), em que ela faz interpretações de cunho dramático e ligado às suas raízes teatrais. Um dia antes, Cida se apresenta com João Leopoldo no Sesc Ipiranga, às 18h, com o espetáculo “Canções Fatais”.

A Dama Indigna (2011)
05432

Mercado Municipal

14h – TRIO QUE CHORA

O Trio que Chora é formado pelas instrumentistas Marta Ozzetti (flauta), Rosana Bergamasco (violão sete cordas) e Cássia Maria (percussão). Setembro (2012) é o primeiro cd da carreira do trio de mulheres, e tem 12 faixas que privilegia autores contemporâneos e clássicos do choro tradicional. O choro é a base, síntese e multiplicidade do CD, mas também passeia pelos distintos ritmos brasileiros como a valsa, o samba, o baião, o forró, ciranda, maracatu e ijexá.

Setembro (2012)
05831

Coreto Rua Antonio Prado – Bolsa

12h – CARMEN QUEIROZ

A sambista deve apresentar os sucessos de seus cinco álbuns nas companhias de  Douglas Alonso, Henrique Araújo, João Poleto, Roberta Valente, e  Zé Barbeiro. Pra você já ir se aquecendo, a gente te lembra três álbuns que distribuímos da cantora.

Do Meu Jeito (2004)                                      Carmen Canta Cássio Junqueira (2010)
00028 01833

Enquanto Eu Fizer Canção (2011)
01782

13h30 – ANAÍ ROSA E COCHICHANDO

Anaí Rosa apresenta nessa Virada o seu já tradicional show com o grupo de choro Cochichando, feito no estilo roda de samba em todos os sábados, no Bar Ó do Borogodó, em Pinheiros. Aqui pela Tratore, a sambista distribui o álbum Samba Comigo, de 2010.

Samba Comigo (2010)
05363

Sesc Belenzinho

04h30 – FERNANDINHO BEAT BOX

O rap de Fernandinho Beat Box tem presença marcada nessa Virada Cultural, com seu último álbum Caminho Estreito (2012), onde expõe suas vivências e pensamentos em 15 faixas rimadas, e com várias participações especiais como Seu Jorge, Renan Samam (produtor do álbum), Tita Lima, Daniel Ribeiro, Pregador Luo e Funk Buia.

Caminho Estreito (2012)
05668

Sesc Consolação

03h – NANÁ VASCONCELOS

O eleito oito vezes melhor percussionista do mundo se apresenta no Sesc Consolação, e a gente lembra o álbum Isso Vai Dar Repercussão de 2007, que registra o encontro com Itamar Assumpção, onde o violão e o canto de Itamar integra-se à criativa percussão de Naná.

Isso Vai Dar Repercussão (2007)
00834

Sesc Pinheiros

21h – GERMANO MATHIAS E PARTIDO NA COZINHA

O sambista com mais de 50 anos de carreira se apresenta com o grupo Partido na Cozinha. O repertório do show será de seu último trabalho, Raiz e Tradição (2012) que traz composições de Jorge Costa, Haroldo Lobo, Milton de Oliveira, Nelson Cavaquinho, entre outros.

Raiz e Tradição (2012)
01996

Sesc Vila Mariana

13h30 – CARLINHOS ANTUNES E TRIO MUNDANO

Uma mistura de choro, tango, e tradições árabes e africanas é o que o grupo de Carlinhos Antunes mostra no disco Orquestra Mundana (2007). No show dessa Virada Cultural, Carlinhos fará um concerto de cordas e percussão com seus multi-instrumentistas, destacando os instrumentos tradicionais da música brasileira como o cavaquinho, a viola brasileira e o acordeom, e seguido pela voz da cantora Sarah Abreu.

Orquestra Mundana (2007)
00893

Pronto! Agora sim você está preparado para esse final de semana cheio de incríveis atrações musicais e culturais. Uma ótima Virada pra você!

9ª Virada Cultural de São Paulo – Atrações Parceiras da Tratore – PARTE 1

Prepare-se! A 9ª edição da Virada Cultural de São Paulo vem recheada de atrações para todos os gostos. São 24 horas de atrações totalmente gratuitas, e é claro que a Tratore não vai ficar de fora dessa! Confira agora quais são os nossos artistas e parceiros que se apresentam a partir da noite desse sábado (18/05) . Amanhã, a gente te mostra quais são as atrações de domingo (19/05). Fique ligado, e programe-se! Tem tanta opção bacana, que você vai ficar na dúvida em qual ir!

SÁBADO, DIA 18:

Palco Largo do Arouche

19h  LUÊ

A cantora paraense apresenta as canções de seu primeiro trabalho, A Fim de Onda, patrocinado pelo Programa Natura Musical. O som da moça vai da guitarrada ao carimbó, passeando pelo soul e pelo universo pop.

A Fim de Onda (2013)
05937

Pátio do Colégio | Palco Vanzolini

18h  LIGIANA COSTA + LETIERES LEITE

Ligiana chega à Virada com seu novo álbum Floresta, produzido e arranjado pelo maestro Letieres Leite, que é participação especial desse show. O novo disco, que é uma homenagem à avó da cantora, Floresta Pires Araújo, tem um repertório autoral e bastante eclético, com base no trio baixo, bateria e piano + arranjos de guitarra, e ainda conta com interpretações em francês.

Floresta (2013)
02102

Palco Casper Líbero | Brasil

23h20 – CRIOLINA

A dupla do Maranhão formada por Alê Muniz e Luciana Simões apresenta o swingue afro-brasileiro misturado com o drum’n’bass, evocando os elementos regionais com uma sonoridade mais urbana. A Tratore distribui dois cds da Criolina: o homônimo e o intitulado Cine Tropical, ambos de 2010.

Criolina (2010)                                                            Cine Tropical (2010)
05243     05244

Praça Dom José Gaspar

21h – GUILHERME RIBEIRO

É pianista, tecladista, acordeonista, arranjador e compositor (ufa!) de Santos-SP.
Já tocou ao lado de nomes como Bob Waytt, Robertinho Silva, Carlos Malta, Sound Scape Big Band Jazz, Débora Gurgel e também atuou como músico acompanhante de artistas como Roberto Menescal, Dominguinhos, Moraes Moreira, Marcos Valle, João Bosco, Dona Ivone Lara, Mariana Aydar, Céu, e muitos outros. Aqui pela Tratore, o músico laçou o álbum Que Se Deseja Rever, em parceria com o cantor Mateus Sartori, que comemora o centenário de nascimento do cantor e compositor Luiz Gonzaga.

Que Se Deseja Rever (2012)
05696

Copan – Ipiranga

19h – THIAGO PETHIT

O cantor abre a programação do palco em homenagem ao cabaré, na Av. Ipiranga, com as canções de seu último álbum, Estrela Decadente, e como o próprio disse em entrevista ao site da Virada Cultural,  promete diversão sem limites e muito “bafão”!

Berlim, Texas (2010)                                                 Estrela Decadente (2012)
01671      05761


Coreto Rua Antonio Prado – Bolsa

19h30 – GIANA VISCARDI E QUINTETO

Cantora e compositora paulistana, Giana Viscardi tem dois cds distribuídos pela Tratore. O primeiro, intitulado Tinge (2009), foi gravado em Boston e é considerado um disco percussivo, que mescla as raízes da música brasileira com influências sonoras do mundo todo. Já o seu segundo trabalho, 4 3 2 1 (2009), tem parcerias de Chico César na canção “Deslumbrada Lua”, além das cantoras Céu, Mariana Aydar e Ana Paula da Silva nos vocais de algumas das faixas.

Tinge (2009)                                                               4 3 2 1 (2009)
01523      01524

Pista Major Sertório

18h – DANILO MORAES

Danilo Moraes é cantor, compositor e guitarrista daqui de São Paulo. Já trabalhou como violonista e backing-vocal de artistas como Chico César, Ná Ozzetti e Mário Manga, e foi o 2° colocado no Prêmio Visa – Edição Compositores, em 2006. Aqui pela Tratore, o músico distribui três álbuns, sendo um deles (A Torcida Grita), em parceria com Ricardo Teté.

Danilo Moraes (2009)                                            Danilo Moraes e os Criados Mudos (2011) 
01390      01773

A Torcida Grita (2007)
00869


Casa das Rosas

18h00 – PARALELAS – ALICE RUIZ E ALZIRA ESPÍNDOLA

A letrista Alice Ruiz e a cantora e compositora Alzira Espíndola apresentam, nessa Virada, o disco Paralelas, firmando a sua parceira musical que começou em 1989. O CD gravado ao vivo contém um repertório repleto de participações especiais. Dentre elas, Vera Motta, Estrela Ruiz Leminski e Arnaldo Antunes. As faixas são marcadas também pelos poemas “proclamados” pela poetisa Alice, que fazem a abertura das canções.

Paralelas (2006)
00724

20h00 – MÔNICA SALMASO E ANDRÉ MEHMARI

Multi-instrumentista de Niterói, André Mehmari carrega na bagagem diversas contribuições para a música instrumental brasileira. É autor de composições e arranjos para algumas das melhores formações orquestrais do país, como a OSESP, o Quinteto Villa-Lobos e o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo. Já atuou como instrumentista em vários festivais pelo Brasil e pelo mundo, e tem um DVD e quatro álbuns distribuídos pela Tratore. O primeiro deles, intitulado …de árvores e valsas, tem a participação da cantora Mônica Salmaso, que faz parceria com Mehmari no show dessa edição da Virada.

…de árvores e valsas (2008)                                    Lachrimae (2009)
01199    01602         

 Miramari (2009)                                                           Canteiro (2011)
01542     01829

DVD Orquestra A Base De Sopro De Curitiba E André Mehmari (2012)
05757

Museu da Casa Brasileira – 20h / SESC Pompeia – 00h

MUTRIB

A Tribo Mutrib é um grupo instrumental que surgiu da convergência dos interesses multiculturais de alguns dos maiores instrumentistas do cenário musical paulistano. O termo “Mutrib” vem da Turquia e significa “energia que emana do encontro de músicos”. Em seu trabalho “Primeiras Viagens”, o grupo celebra essa união com um repertório que valoriza tanto a similaridade, quanto a diversidade de culturas musicais da região turca.

Primeiras Viagens (2013)
05966

Sesc Consolação

22h – FABIANA COZZA – CONEXÃO BRASIL CUBA

Referência na música brasileira contemporânea, Fabiana Cozza tem 16 anos de carreira no samba, e chegou a dividir o palco com grandes nomes da nossa música, como Elza Soares, João Bosco, Francis Hime, Ivan Lins, entre outros. Nessa Virada, a cantora se reúne com sete músicos e explora a cultura musical pernambucana e suas semelhanças com a cultura cubana, dialogando o Maracatu pernambucano com as tradições de Cuba.

Fabiana Cozza (2011)
05580

Sesc Interlagos

20h – PAGODE DA 27

Natural do bairro do Grajaú, em São Paulo, o grupo Pagode da 27 surgiu do encontro de sambistas e novos compositores da cidade, que se reuniam na antiga Rua 27 pra fazer a já tradicional roda de samba. O repertório do grupo só cresceu com o passar do tempo, e resultou em dois cds distribuídos pela Tratore: A Comunidade Chegou (2010), e Filhos da Favela (2012). Ambos, com participações muito especiais de sambistas como Carica, Almirzinho, Quinteto em Branco e Preto, e também do rapper Criolo, criado na mesma comunidade em que o grupo ainda se reúne todos os domingos.

A Comunidade Chegou (2010)                            Filhos da Favela (2012)
05292     05844

E aí? Gostou? Amanhã a gente te mostra a programação de domingo, pra você curtir ao máximo essa edição da Virada Cultural de São Paulo. Fica ligado!