Artistas: por que NÃO concentrar seu marketing SÓ no Facebook

Olá amigos da Tratore, aqui é o Mauricio Bussab, diretor da Tratore. Este post foge um pouco da norma dos posts aqui no nosso blog. É um alerta para os músicos e artistas: não coloque todas suas fichas no Facebook.

O Facebook é uma tremenda ferramenta de comunicação social: menos intrusivo que o email, facil de atrair e capturar fãs. Tem agenda embutida. Só não tem mesmo uma ferramenta nativa para tocar musica mas até aí voce pode usar o soundcloud ou as lojas de streaming ou o Youtube para completar a funcionalidade. Bárbaro, né?

Mas recentemente no ultimo encontro da ABMI no Rio de Janeiro em setembro de 2014, o Rio Music Buzz, uma palestrante européia fez um alerta com a seguinte história e foi essa história que motivou este post:

Temos um artista que tem 2,2 milhões de seguidores no Facebook (sim, é um artista grande). Mas como vocês sabem, o Facebook não garante que os posts sejam vistos por todos estes seguidores. Você posta uma notícia na sua fan page mas não há garantia que todos os seguidores a vejam. Na verdade menos de 10% dos seguidores vão ver a notícia a menos que voce a promova, pagando. Isso não é novidade mas para quem não sabe vale o aviso: o Facebook não coloca as notícias no feed de todos seus seguidores.

Mas o que é chocante é o quanto isto está custando para nós: para poder chegar em apenas 20% dos seguidores que este artista já tem, estamos gastando 1500 dólares por post em custo de promoção pago ao facebook.

Isto porque o fã da sua página não é um fã seu. É um fã do Facebook. O Facebook o controla, e apenas o Facebook tem acesso ao email deste fã. Se voce sai do Facebook voce não leva este fã junto. E esta gravadora agora está nesta emboscada: ou ela desembolsa milhares de dólares cada vez que posta algo ou não chega nem em uma fração dos seguidores que supostamente ela já tem. Tenho certeza que nenhum de nós gostaria de se encontrar na mesma situação.

Então aqui vai o alerta: fiquem no Facebook; é uma ótima plataforma. Mas continuem a investir em manter uma relação direta com seus fãs através do seu site e capturando os emails deles.

Anúncios

Um comentário sobre “Artistas: por que NÃO concentrar seu marketing SÓ no Facebook

  1. fftarga disse:

    Ótimo recado, Maurício. Tenho falado isso para os artistas para quem apresento minha revista, o QRtunes. É preciso de mais plataformas que trabalhem com o intuito de formação de plateia, que façam o público ir até o artista, conhecê-lo e segui-lo sem que fique preso ao “curtir” e ao “siga”. Para isso, o artista precisa ir até o público, mostrar a cara, investir em divulgação tanto on-line como off-line. Muitos acham que o Facebook é a melhor ferramenta e toda a conexão com Soundcloud, Bandcamp e Reverbnation, por exemplo, que são ótimos, mas em suas versões gratuitas, são um pouco limitados. Ninguém quer por a mão no bolso, na verdade. E é difícil convencê-los que seu investimento no Facebook não é tão grande assim. Agora sabemos que mesmo pagando bem, o retorno não é satisfatório.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s