Dicas Tratore: 4 motivos pelos quais a capa do seu álbum é importante

14060391_1166235133449195_393417515_o

por David Dines

Você acabou de masterizar e finalizar os arquivos de áudio do seu álbum e quer já colocá-los à disposição do seu público. No entanto, é necessário estratégia para fazer o melhor lançamento possível, e isso envolve ter uma boa capa para ampliar as possibilidades de seu trabalho. A Tratore dá quatro dicas sobre o papel da arte do seu disco. Confira:


1. Uma boa capa prende a atenção de fãs e desconhecidos

Uma imagem instigante pode motivar pessoas que nunca ouviram sua música a escutá-la e também fazer com que seus fãs deem importância especial ao seu disco, sendo guiados esteticamente em paralelo aos arranjos e canções.

Essa capa será a principal imagem do seu disco na Internet. Nos serviços de streaming e lojas digitais, a primeira impressão será causada por essa arte, antes mesmo do acesso às músicas. Dessa forma, desenvolva sua capa de modo que a imagem funcione também em formato miniatura, sem perder detalhes importantes na escala visual.

2. Não existe álbum sem imagem de capa

É necessário que haja uma capa que faça justiça à sonoridade do disco para que seus ouvintes percebam o quanto de você há naquele trabalho e quantas horas você dedicou a escrever, gravar e mixar aquele material. Nas plataformas digitais, nenhum álbum, EP ou single existe sem capa — é sempre necessário haver uma imagem atrelada a um grupo de músicas.

Há alguns anos, dois álbuns ficaram famosos por supostamente não terem capas. Um era “Steal This Album“, da banda System of a Down, cuja arte imitava um CD-R gravado em casa, mas com acabamento visual profissional. O outro era “Yeezus“, do rapper americano Kanye West, vendido ao público em CD com caixa acrílica, sem encarte, com apenas um adesivo vermelho na lateral — uma imagem conceitual, na qual o CD foi pensado como um objeto de arte minimalista. Nas plataformas digitais, são fotos desses discos físicos que ilustram os álbuns. Ou seja, mesmo que não haja encarte físico, há uma imagem específica atrelada a cada lançamento.

Você pode vender CDs nos shows em envelopes de papel ou caixas acrílicas sem qualquer tipo de arte, mas esteja ciente que você pode passar a impressão de que esse disco é uma demo ou um lançamento não-oficial.

3. Sua capa é uma oportunidade para apresentar os trabalhos de jovens artistas

Apresente sua música a fotógrafos, designers e artistas visuais em início de carreira. Além de ser uma situação em que ambos ganham a partir do diálogo entre as criações, alguns desses artistas podem estar dispostos a colaborar em condições especiais, uma vez que também podem ganhar visibilidade e presença de mercado atrelando sua produção visual ao disco.

É possível ver esse tipo de colaboração em diversos títulos distribuídos pela Tratore. Alguns exemplos são as capas dos discos do ruído/mm feitas por Jaime Silveira (que depois trabalhou com outros músicos, como Lava Divers, A Banda Mais Bonita da Cidade e Jair Naves), a colaboração entre Carne Doce e Beatriz Perini para a capa do disco “Princesa” e o single “Mapa dos Arredores” da banda Alambradas, cuja capa é uma imagem licenciada da ilustradora Gabriela Gil.

4. Não é necessário que seja algo complexo ou pomposo

É sempre bom valorizar os serviços prestados por um profissional e pagá-lo a preços justos, mas há como fazer boas capas sem desembolsar valores que estão fora da sua realidade. O necessário é traduzir sua música em imagem de alguma forma.

Se você tiver alguma familiaridade com ferramentas visuais, dá para fazer sua capa no melhor estilo faça-você-mesmo, adotado por vários músicos. Um exemplo brasileiro é o de “Memórias, Crônicas e Declarações de Amor“, da Marisa Monte, cujas imagens de encarte são todas selfies feitas com uma câmera digital.

Sua capa não necessariamente precisa ter uma foto. Uma possível inspiração é o músico americano Daniel Johnston, cujas capas de álbuns são todas desenhos feitos pelo próprio. A cantora canadense Joni Mitchell também colocou autorretratos em pintura em várias de suas capas. Outro exemplo é o da rapper tâmil M.I.A., que sempre faz seus próprios encartes com colagens digitais. Sem falar em capas que usam apenas tipografia, como é o caso de lançamentos de O Terno, Beyoncé e Drake.

Leia também:

Anúncios

3 comentários sobre “Dicas Tratore: 4 motivos pelos quais a capa do seu álbum é importante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s