Dicas Tratore: O YouTube desclassificou meu vídeo musical para monetização, o que faço?

youtube-notadvertiserfriendly

por David Dines

Depois de dez anos permitindo a monetização de canais de todos os portes, o YouTube modificou recentemente sua política de anunciantes, o que pode impactar pequenos canais e determinados vídeos de artistas independentes. Entenda o que mudou e quais são as novas regras:

Nos últimos meses, o YouTube foi alvo de um boicote de várias empresas de grande porte, por disponibilizar anúncios vinculados a seus produtos e serviços em vídeos de conteúdo extremista e ofensivo na Europa. Após essas companhias congelarem temporariamente suas campanhas de publicidade no Google — que é dono do YouTube –, a plataforma decidiu restringir suas políticas de anunciante.

De acordo com as novas regras, apenas canais que tenham mais de 10 mil visualizações desde sua abertura poderão monetizar diretamente no YouTube e diversos vídeos identificados como “not advertiser-friendly” (não recomendados para anunciantes) estão tendo sua monetização retirada.

Entre as características que determinam vídeos não recomendados para anunciantes estão:

  • conteúdos sexualmente sugestivos (incluindo nudez parcial e humor ligado ao assunto);
  • violência (incluindo imagens de ferimentos e conteúdos ligados a ações violentas extremistas);
  • linguagem inapropriada (incluindo assédio e palavrões);
  • promoção de drogas e substâncias de uso controlado;
  • outros conteúdos considerados sensíveis ou controversos (incluindo guerra, conflitos políticos, desastres naturais e tragédias, mesmo que não incluam imagens explícitas).

O que fazer?

A Tratore pode ajudar na monetização de vídeos que contenham seus fonogramas originais por meio da ferramenta Content ID, independente do número de visualizações do seu canal. Saiba mais aqui.

Se o YouTube marcou o seu vídeo como “not advertiser-friendly”, você pode identificá-lo acessando a função Video Manager do seu canal. Lá você notará o ícone de monetização ($) em amarelo. Clique no ícone e lá você poderá solicitar uma revisão manual junto ao YouTube. O tempo de resposta poderá depender do número de assinantes e visualizações do seu canal e o histórico dos seus vídeos monetizados. Se esse vídeo contém um fonograma distribuído pela Tratore nas plataformas digitais, também podemos intervir — basta nos comunicar pelo contato@tratore.com.br.

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s