Dicas Tratore: Como deve ser a capa do meu álbum nas plataformas?

solnataliamatospor David Dines

A capa de um lançamento é muito importante na primeira impressão que se tem de um trabalho musical — especialmente na era do streaming, em que inevitavelmente se vê o avatar do single, EP ou álbum antes ou durante a audição.

Aqui no blog da Tratore já falamos sobre a importância geral da capa de um lançamento, mas seguem algumas dicas extras para pensar a imagem do seu disco nas plataformas digitais:

1. A imagem precisa funcionar em um avatar muito pequeno

Como grande parte das pessoas hoje consome música em um celular ou no computador, sua capa chegará ao público em dimensões muito reduzidas. Quando planejar a fotografia, desenho ou arte da sua capa, tenha certeza de que a intenção e os aspectos visuais mais interessantes não se perderão numa escala pequena.

Alguns detalhes não serão visíveis no ambiente digital, mas isso não significa que não devam ser colocados. Eles podem ser uma surpresa para os fãs quando virem a mesma capa em um formato físico maior, como o CD ou vinil, e virar um atrativo a mais nas lojas e banquinhas de show.

2. Imagem em 3000 x 3000 pixels

Mesmo que apareça muito pequena nas plataformas, é necessário fornecer a imagem de capa nessa resolução durante o cadastro, para que a arte não apareça pixelada ou distorcida de nenhuma forma. Ultimamente, as lojas digitais não têm aprovado lançamentos cujo arquivo esteja em formato menor do que este.

3. Imagem quadrada, sempre!

É muito importante que você cadastre a sua capa como um arquivo de imagem quadrado, mesmo que ele não seja assim em sua mídia física (um exemplo é o “Anti”, álbum mais recente da Rihanna, cuja embalagem de CD é retangular, mas a capa é quadrada nas plataformas digitais).

Se você entrega uma arte retangular como capa do seu lançamento, há a chance de que ela apareça achatada ou esticada nas lojas digitais, o que impacta negativamente na imagem profissional da sua produção.

4. Nome do artista e do lançamento são facultativos

Apesar de sempre recomendarmos que as mídias físicas contenham as informações básicas na capa para facilitar a identificação e a venda, esse não é o caso nas plataformas digitais.

Como suas faixas sempre estarão vinculadas a uma página de artista e a um lançamento — e essas informações são acessíveis a qualquer momento –, não é necessário que você se identifique nas capas de todos os lançamentos. Se você tem um single no qual uma foto já resume visualmente a intenção da música, não hesite em colocar apenas a imagem: as pessoas continuarão sabendo que a música é sua.

No entanto, caso você coloque os nomes dos artistas na capa, é necessário que as informações de metadados correspondam exatamente ao que consta na arte. Por exemplo, se sua capa consta “Luiza Brina e o Liquidificador“, não é possível cadastrar o seu lançamento apenas como “Luiza Brina”. “O Liquidificador” também precisa aparecer de alguma forma, seja como um artista à parte ou um artista composto. Se houver cinco artistas principais ou mais na mesma gravação, as plataformas classificarão seu lançamento como “Vários Artistas” no nível principal e os nomes de cada um aparecerão apenas no nível faixa.

5. Imagem em RGB

É importante fornecer a capa nesse padrão de cores quando estiver cadastrando o lançamento para distribuição digital. Caso você entregue a imagem em CMYK, padrão usado em gráficas e fábricas, há chance de algumas plataformas inverterem as cores e sua capa aparecer como um negativo de filme fotográfico.

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s