Dicas Tratore: O que um músico deve levar em conta em uma proposta de patrocínio?

document-agreement-documents-sign-48148

por David Dines

Mesmo em tempos de crise, muitos projetos que envolvem música são viabilizados por meio de patrocínios, sejam diretos ou através de leis de incentivo à cultura. No entanto, é preciso observar alguns pontos para saber se uma parceria potencial com determinada marca é positiva para o músico ou banda em médio ou longo prazo. Confira algumas dicas:


1. A empresa se alinha positivamente com a sua marca artística?

Quando uma companhia se alinha com um artista para um projeto, é porque a demografia em torno desse músico é interessante para o posicionamento de marca da empresa. O foco pode estar tanto no público (existente ou potencial) do artista quanto no próprio ecossistema da música. Procure identificar esse objetivo de antemão, avaliar se a ideia em torno do projeto é adequada e apresentar soluções que sejam mutuamente boas. Se a empresa não tiver um bom nível de aprovação da sua base de fãs e/ou seu contexto social, pondere bem os riscos – é possível que a parceria não valha a pena.

2. A colaboração é interessante no plano estratégico geral da carreira?

Quando o artista ou sua equipe elabora um projeto para leis de incentivo, o foco da ação costuma ser de grande importância para a carreira, como o lançamento de um álbum ou a circulação de um show. No entanto, também é comum que empresas contatem artistas para ações pontuais que envolvam apenas a sua presença ou o licenciamento de alguma de suas obras. Sempre avalie se a visibilidade e/ou o orçamento da ação podem ajudar a carreira de forma prática em uma próxima etapa significativa. Se houver abertura, faça contrapropostas que contemplem melhor seus objetivos principais naquele momento. Que tal se, em vez de a empresa pagar um cachê determinado, financiar as passagens para você e sua banda em uma parte da próxima turnê?

3. As relações de troca são justas?

O quanto você agrega de valor simbólico à marca e o quanto a marca agrega de valor simbólico à sua carreira? Pondere sempre se o investimento e a estrutura providos pela empresa são adequados diante da sua parte na realização do projeto. O posicionamento do logotipo da empresa é razoável? Quantos posts o parceiro fará sobre você nas redes dele e quantos você fará sobre o parceiro nas suas redes? Por quanto tempo essa parceria estará vigente? Quais são os seus direitos diante de usos futuros desse material? Entenda bem tanto o seu contexto quanto o do patrocinador para chegar a um bom lugar comum.

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s