Dicas Tratore: 3 dicas para não confundir o seu público em um ciclo de lançamentos

beautiful-cellphone-cute-761963Imagem: Bruce Mars/Pexels

por David Dines

A Tratore tem mais de 10 mil produtos em seu catálogo e todas as semanas acompanhamos ciclos de lançamentos de artistas de todos os gêneros. Como colocar um álbum na rua da melhor forma depende de uma campanha bem executada, levantamos três pontos para levar em conta em relação às plataformas digitais, visando a uma boa comunicação com o público.

1. Procure não lançar um single com a exata capa do seu EP ou álbum

No meio digital, a capa de um lançamento reduz-se a um avatar, então é interessante usar imagens diferentes para cada um e facilitar o entendimento do público. Lançar mão da mesma foto ou ilustração pode saturar o público no decorrer do ciclo, o que pode ser tanto positivo (marcando bastante a imagem na cabeça dos fãs) quanto negativo (ouvintes mais casuais podem não entender imediatamente que são lançamentos diferentes).

As imagens de capa não precisam ser inteiramente distintas — é possível criar um universo em torno do lançamento principal a partir das fotos e ilustrações escolhidas para cada música. É o caso da banda Carne Doce, que definiu imagens semelhantes para a capa do seu terceiro álbum e para a do primeiro single do trabalho, “Nova Nova”. Ambas são stills do videoclipe da mesma faixa.

carnedoce  _Carne_Doce_Nova_Nova_7899989933279

Capas, respectivamente, do terceiro álbum do Carne Doce, ainda a ser lançado, e do single de “Nova Nova”.

Pode-se também fazer alterações no registro de cor para diferenciar a imagem em cada lançamento, ou, ainda, produzir a capa dos singles a partir de fragmentos da capa do álbum, como neste exemplo da Universal Mauricio Orchestra.

_The_Universal_Mauricio_Orchestra_Pra_Paris_com_Escala_em_Dacar_7898226123275  _The_Universal_Mauricio_Orchestra_The_Universal_Mauricio_Orchestra_7898226123213

Capas, respectivamente, do single “Pra Paris Com Escala em Dakar” e do álbum “The Universal Mauricio Orchestra”.

2. Se possível, procure não lançar a faixa-título como single antes do álbum

Mais uma vez, essa recomendação é para facilitar o entendimento do público durante o ciclo inicial. Por exemplo, um ouvinte segue sua página no Spotify ou no Deezer e recebe uma notificação de uma nova faixa. Interessado, escuta a música naquele momento mesmo. Alguns dias depois, esse usuário recebe outra notificação de um lançamento de mesmo nome. Se for um ouvinte mais casual, é menos provável que entenda de cara que trata-se de um álbum com o mesmo nome, e não a faixa que já escutou.

3. Ajuste o tempo dos lançamentos observando seu público e o contexto geral

Ao fechar o cronograma do seu lançamento, deixe um espaço de manobra entre as datas previstas para eventuais mudanças. Outros lançamentos e acontecimentos podem ajudar ou prejudicar na visibilidade do seu single, EP ou álbum. Por exemplo, pudemos notar uma queda de 15% no número geral de audições nas plataformas em dias de jogos do Brasil pela Copa do Mundo 2018. Outras dicas sobre o melhor contexto para a data de lançamento podem ser lidas aqui.

São recomendações e não regras, então vale a pena avaliar o que faz sentido em relação ao seu produto. Uma vez lançada a obra maior (EP ou álbum), essas questões terão cada vez menos importância com o passar do tempo. Mas caso você queira fazer barulho em diferentes círculos e contextos na ocasião do lançamento, leve essas variáveis em conta na sua estratégia, para que a palavra se espalhe mais facilmente.

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s