Dicas Tratore: Quando produzir meu álbum em vinil?

unnamed-7
Salma Jô (Carne Doce) apresenta o vinil do álbum “Princesa”, de 2016. Crédito: Carne Doce/EAEO Records/Divulgação

por David Dines

Você tem um álbum recém-lançado ou prestes a sair, e quer fazer uma versão dele em vinil. Qual é o melhor momento para produzir seu “bolachão”? A Tratore tem algumas dicas para te ajudar a definir a circunstância ideal para colocar esse formato clássico à disposição dos seus fãs:

1) Demanda por produto “premium”

O melhor momento para lançar um vinil é quando seu público apresenta um grande engajamento com o seu trabalho, de modo que várias pessoas estariam dispostas a pagar uma quantia considerável por um produto especial. Se você ainda não está com esse nível de envolvimento com os ouvintes, vale a pena trabalhar mais o produto até que chegue a esse patamar ou confeccionar uma pequena tiragem inicial, para distribuir entre parceiros, amigos e fazer um teste com o público.

O formato vinil conversa com os hábitos de consumo de música dos seus fãs? Os fãs do seu estilo costumam comprar vinil? Eles estão dentro da demografia que mais consome vinil hoje em dia? Para avaliar, leia os relatórios mais recentes do mercado de música, observe as estratégias de artistas que têm público e sonoridade similares aos seus, utilize as métricas das ferramentas direcionadas aos artistas (Spotify for Artists, Apple Music for Artists, Shazam for Artists) e pergunte diretamente aos seus ouvintes nas redes sociais.

2) Você tem a verba certa para investir

Produzir vinil não é barato. Existem apenas duas fábricas no Brasil e o custo de produção, dependendo do que você optar, pode facilmente chegar a R$ 30 por peça. Por isso é interessante avaliar o engajamento do público, pois será a equação entre esse fator e o preço final do produto ao consumidor que definirá se seu vinil terá saída ou não.

3) Seu álbum tem duração adequada ao vinil

É recomendado que um vinil comporte uma duração total de 36 minutos de música, pela qualidade dos sulcos. Se seu lançamento tiver mais tempo do que isso, uma de três coisas precisará ser feita: você terá que deixar a qualidade de áudio em segundo plano para colocar o máximo de tempo possível de música em cada lado, faixas terão que ficar de fora na versão em vinil, ou você terá que lançar um vinil duplo.

4) Seu álbum foi masterizado especialmente para o formato

O vinil tem uma série de restrições de áudio que se devem ao próprio material do disco e à forma como os sulcos são gravados. Sua masterização para as plataformas digitais provavelmente não soará bem em um “bolachão”, seja por excesso de compressão ou equalização inadequada. Muito provavelmente você precisará fazer uma nova masterização especialmente para este produto físico, ou seu trabalho pode não chegar da melhor forma possível ao público-alvo. Confira as dicas do produtor musical Arthur Joly sobre o assunto.

Além da venda nos shows, você pode contratar os serviços de distribuição física da Tratore para seu lançamento em vinil. Colocaremos seu produto à venda na nossa loja online e também ofereceremos para redes e comerciantes especializados em todo o país e exterior. Para isso, acesse: www.fonomatic.com.br

Leia também:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s