Critérios de noticiabilidade: como utilizá-los para melhorar o seu release?

por David Dines

O release é o texto em que um artista apresenta seu novo projeto a jornalistas e contratantes. Quando você tem algo novo a divulgar, é importante saber como chamar a atenção para as informações certas. Por isso, entenda os critérios de noticiabilidade adotados pela imprensa, que podem definir se seu assunto será ou não de interesse dos veículos desejados:


Quando um jornalista avalia uma sugestão de pauta, o valor da notícia é estabelecido de acordo por cinco elementos informativos: quem fez o quê, quando, onde, como e por quê. Essas informações definem o chamado lead (ou “lide”) da reportagem – a contextualização geral que é geralmente usada no primeiro parágrafo de um texto. O seu release precisa sempre responder essas seis perguntas.

Vamos considerar, como exemplo, que um artista está lançando um novo álbum. O “quem” da notícia seria o artista, o “o quê” seria o álbum, “quando” é a data de lançamento, “onde” pode significar as plataformas digitais (caso haja formato físico, vale informar onde estará à venda), “como” pode ser o contexto de produção do álbum e “por quê” o motivo implícito pelo qual aquele lançamento é importante neste momento – seja pelas conquistas do artista, por suas colaborações, por envolver algum assunto que está em voga, etc.

Essas informações também são avaliadas de acordo com a linha editorial do veículo (o tipo de notícia que geralmente é dada ali), a relevância para o público do veículo (levando em conta localidade, idade, gostos e opiniões, entre outros elementos) e em comparação com os outros assuntos do momento que estão disputando aquele espaço de divulgação.

Existe uma máxima no jornalismo, atribuída ao estadunidense John B. Bogart, que é: “um cachorro mordendo um homem não é notícia, mas um homem mordendo um cachorro é” – justamente por não ser algo que as pessoas veem todos os dias. Por isso, é importante vender o seu peixe no release com todas as principais informações, apresentadas de maneira atraente, e pensar no ângulo de abordagem. Que aspecto do meu assunto pode ser incomum para o veículo que desejo abordar, de modo a tornar meu release mais relevante?

Outro elemento essencial ao desenvolver um texto de apresentação é levar o contexto do artista e do veículo em conta. Por exemplo, uma sugestão de pauta tida como excelente para um jornal local pode não ter a mesma relevância em um contexto regional ou nacional – seja pelo fato de o aspecto de inovação ou do incomum não ser um diferencial tão forte nessas outras localidades ou pelo fato de o acesso ao assunto não ser possível nesses outros locais – como, por exemplo, em uma divulgação de show ou turnê, em que as cidades que não receberão as apresentações não terão porque comunicar a respeito.

O estágio de carreira do artista também pode ser um elemento que conta neste ponto: se o público e o raio de ação dele ainda é pequeno, maior é a probabilidade de que um veículo grande, que noticia apenas assuntos de artistas comercialmente grandes (como jornais de circulação nacional), não fale a respeito do seu assunto. No entanto, sua novidade pode ser um prato cheio para veículos especializados em música, que tenham espaços dedicados a novas bandas e músicos – especialmente se incluírem artistas do seu gênero musical. De toda maneira, se houver um ângulo de abordagem incomum e interessante, essa lógica também pode ser desfeita e o artista ganhar visibilidade em contextos mais amplos.

Leia também:

Tratore é a maior distribuidora de música independente do país, com mais de 30 mil artistas em catálogo e 8 mil contratos ativos. Desde 2002, disponibilizamos álbuns, EPs e singles em lojas digitais e físicas do Brasil e do mundo. Para distribuir sua música conosco, acesse: http://www.fonomatic.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s