Distribuição Física

Quero distribuir meu CD | meu vinil nas lojas físicas. O que faço?

Todo o cadastro é feito no Fonomatic, nosso painel de controle, com as instruções que estão aqui.

Quero fazer apenas a distribuição física. É possível?

Não. Nesse caso, é preciso pedir ao agregador concorrente a retirada do material, após cadastrar o produto no Fonomatic e o mesmo estar disponível nas plataformas digitais.

E se eu começar com a distribuição digital e fazer a física em breve?

Você paga a taxa de distribuição digital (R$ 50) e faz o cadastro do álbum. Assim que os CDs | vinis estiverem prontos, você notifica a Tratore por e-mail (contato@tratore.com.br), além de pagar a diferença de valor da distribuição física (R$ 240 – R$ 50 = R$ 190, no caso) via depósito bancário.

O que preciso enviar para a Tratore?

Os itens obrigatórios para a distribuição física e digital são:

  • 50 exemplares do título, junto a uma cópia da nota fiscal de fabricação dos CDs | vinis, para o endereço:
    Rua João Moura, 624
    CEP: 05412-001
    Pinheiros – São Paulo / SP;
  • Capa em formato .jpg, 3000 x 3000 pixels;
  • Faixas em formato .wav 16-bits, 44.1 KHz;
  • ISRCs de cada faixa (O que é ISRC?);
  • Compositores/as de cada faixa e, caso haja, respectivas editoras e porcentagens de arrecadação autoral (O que faz uma editora?);
  • Código de barras (Por que preciso de um código de barras?).

A Tratore fabrica CDs ou vinis?

Não. De qualquer forma, podemos indicar fábricas que fazem esse serviço – envie um e-mail para contato@tratore.com.br com o assunto [FÁBRICA DE CD/VINIL].

Existe um padrão para fabricar CDs?

Exemplares gravados em CD-R e fabricados em formato envelope não são aceitos pelas lojas. Prefira sempre os formatos acrílico, digipack ou digifile, além do CD injetado – mídias duplicadas, geralmente, não são aceitas nos pontos de venda.

Com quais lojas físicas a Tratore trabalha?

Vendemos o título em nossa em nossa loja online e em portais para o exterior, como SambaStore. Além disso, oferecemos para Livraria Cultura, Pop’s (SP), Locomotiva Discos (SP), Loja Clássicos (SP), Travessa (RJ), Discoplay (BH), Passadisco (PE), Na Figueiredo (PA), entre outras.

  • No caso de lançamentos religiosos | gospel, vendemos o título em nossa em nossa loja online.

Meus CDs | vinis estarão em todas essas lojas?

Não garantimos que seu título estará em todos os pontos de venda. Os produtos do nosso catálogo são oferecidos à lojas vinculadas a Tratore, mas, dependemos do interesse das mesmas em adquiri-los.
A Tratore não trabalha com venda consignada, portanto, assim que oferecemos os CDs | vinis às empresas e há interesse pela compra, as peças saem de nosso estoque já vendidas.

Conheço uma loja que não está na lista da Tratore e quero vender meu título. Posso?

Sim. Não há exclusividade de distribuição física na Tratore – é possível vender o CD | vinil em feiras, shows, entre outros locais.

Quanto meu CD | vinil vai custar nas lojas?

Para um CD padrão com capa em acrílico, digipack ou digifile, recomendamos que o preço de oferecimento não ultrapasse R$ 20, uma vez que os discos poderão ser vendidos às lojas com descontos médios de até 15% e os comerciantes aplicam uma margem média de 50% a 60% sobre o valor no oferecimento ao consumidor final. Por exemplo: um CD cujo preço definido seja de R$ 18 poderá ser vendido às lojas por até R$ 15,30 e será oferecido ao público com preço entre R$ 23 e R$ 28,80.
A mesma regra serve para o vinil, para o qual sugerimos que o preço unitário de oferecimento não passe de R$ 50.

Quanto eu recebo pela distribuição física?

A Tratore oferece os produtos para lojas em todo o Brasil e assume os custos de impostos, comissões e transporte.

  • CDs e DVDs: o artista recebe 46% do valor arrecadado;
  • Vinis (LPs e Compactos): o artista recebe 65% do valor arrecadado.

Veja também: