Dicas Tratore: Por que preciso de um código de barras para o meu lançamento?

ba6dd24487a18a52a4652e6c0c48132f
por David Dines
Todo álbum, single ou EP disponível em lojas físicas ou digitais precisa de um código de barras, ainda que seu lançamento vá apenas para streaming e download. Mas por qual motivo? E qual tipo de código de barras deve ser usado?

O código de barras de um disco serve para sua identificação nos bancos de dados de todas as plataformas e lojas digitais. Esse código serve para identificar suas vendas e para todos os outros usos correlatos, incluindo destaques, promoções, modificações e afins.
Cada lançamento (single, EP ou álbum) precisa ter seu código de barras, que nada tem a ver com o ISRC, que identifica cada fonograma em um banco de dados internacional.
O código usado em produtos fonográficos é o chamado EAN-13, padrão que contém 13 algarismos. Há agências que licenciam empresas para emitir esse código de barras, mas caso você ainda não tenha como fazê-lo, a Tratore pode fornecer um para o seu produto, que pode ser usado tanto para a versão digital quanto para a física.
A partir do número fornecido, é possível gerar sua imagem correspondente para o disco físico de diversas formas. Há sites gratuitos, plugins e softwares para Photoshop e InDesign que provêm a imagem a partir dos numerais.
Alguém pode se perguntar: não posso apenas inventar um número para o código de barras? A resposta é não. Os números são calculados a partir de uma fórmula complexa e a primeira metade deles identifica a empresa que os emitiu. Há diversos sistemas que identificam sequências falsas ou que foram usadas em produtos anteriores, mas a ideia é garantir que todos os códigos sejam únicos e não haja confusão relativa ao uso comercial da sua gravação.
Leia também:
Anúncios

5 pensamentos sobre “Dicas Tratore: Por que preciso de um código de barras para o meu lançamento?

  1. ricardoledoux disse:

    Bom dia!

    Quero fazer a distribuição de minha música pela Tratore, me fale o que devo fazer? Elas ainda não estão registradas em nenhuma associação e muito menos no ECAD com relação aos direitos autorais.

    Abraço. Ricardo

    • Tratore disse:

      Oi, Ricardo, tudo bem?
      Você pode começar pelo http://www.fonomatic.com.br, nosso painel de controle.
      Quando estiver cadastrando seu lançamento, marque a opção “Direto, mas vou assinar o acordo DigiTratore”. Esse acordo permite que a Tratore recolha para você eventuais direitos autorais retidos junto à UBEM (União Brasileira das Editoras de Música), que é uma das associações que concentram essa arrecadação a partir da distribuição digital. Assim, você receberá da Tratore tanto o arrecadado sobre a venda e streaming dos fonogramas (gravações), como uma parcela do autoral.
      De toda forma, é bom procurar uma das entidades ligadas ao ECAD (Abramus, UBC, Amar, Sbacem, Assim, Sicam ou Socinpro), entrar com um processo de filiação (geralmente é gratuito) e, assim que aprovado, cadastrar suas obras e fonogramas. Dessa forma, suas canções estarão corretamente representadas também para o caso de execução pública.
      Um abraço!

  2. CASSIUS disse:

    Bom dia,
    Como funciona o fornecimento do código de barras?
    Cd já está gravado.

    Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: